fbpx

Dados sobre inflação nos EUA e volume de serviços no Brasil na agenda

Bolsas mundiais: Os índices futuros americanos se mantêm estáveis. Investidores aguardam pela divulgação de dados sobre inflação nos Estados Unidos.

Na Ásia, os índices fecharam com resultados variados, com investidores à espera de dados de inflação relativos a agosto nos Estados Unidos. Em Hong Kong, os papéis do China Evergrande Group caíram 11,87% após a incorporadora alertar para a perspectiva de um “declínio contínuo e significativo de vendas contratadas em setembro”. O índice Hang Seng, de Hong Kong, recuou 1,21%; na China continental, o Shanghai composto recuou 1,42%; no Japão, o Nikkei avançou 0,73%; na Coreia do Sul, o Kospi avançou 0,67%.

Na Europa, os índices operam sem sentido único. O índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, recua, com destaque negativo para ações do setor de mineração e positivo para ações do setor automotivo. Investidores aguardam dados de inflação nos Estados Unidos. Na segunda, Isabel Schnabel, do Banco Central Europeu, afirmou que a instituição está pronta para agir caso a inflação não recue antes do ano que vem, como é esperado atualmente. Também na segunda, o Reino Unido ameaçou suspender unilateralmente o protocolo da Irlanda do Norte –uma parte importante de seu acordo para o Brexit–, caso a União Europeia não mude seu posicionamento em negociações ligadas à implementação do acordo.

Nos Estados Unidos, os mercados se mantêm estáveis no momento. Na segunda, o S&P e o Dow avançaram, encerrando uma sequência de cinco dias de perdas. O S&P fechou em território positivo, com alta de 0,23%; e o Dow avançou 0,76%, em uma sessão em que chegou a avançar quase 1%. O Nasdaq, no entanto, perdeu 0,07%, registrando sua quarta sessão de quedas consecutivas. Hoje serão divulgados dados sobre inflação medida pelo índice de preços ao consumidor. A expectativa de economistas ouvidos pela Dow Jones é de que os preços ao consumidor tenham avançado 0,4% em agosto na comparação mensal, e 5,4% na comparação anual. Em agosto, o índice de preços ao produtor avançou 8,3% na comparação anual, a maior alta em um ano desde o início do registro do indicador, em novembro de 2010. Nesta terça, a Federação Nacional de Negócios Independentes deverá divulgar a sua pesquisa mais recente, com informações a respeito do desempenho de pequenos negócios. No noticiário político, democratas da Câmara dos Representantes nos Estados Unidos propuseram novas altas de impostos, visando pagar pelo pacote de gastos de US$ 3,5 trilhões do governo. Em relação à pandemia da Covid, a média de mortes em sete dias recuou de cerca de 167.600 casos no início do mês a 144.300 na segunda. Isso levou ações ligadas à reabertura econômica, como operadoras de linhas aéreas e cruzeiros, a avançarem na segunda.

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 70,95, com alta de 0,71%. O Brent opera em alta de 0,78%, negociado a US$ 74,06.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$  45.955,10 (+3,36%). O ouro é negociado a US$ 1.787,75 por onça-troy (-0,37%).

Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian registram queda de 1,46%, cotados a 711 iuanes, equivalente hoje a US$ 110,34 (nas últimas 24 horas).

Coronavírus

O mundo registra 225.319.452 de casos de coronavírus e 4.640.827 mortes, confirmadas pela Universidade de Johns Hopkins.

Painel Vacinas Covid-19 Brasil:  Doses Distribuídas pela União: 256.447.748. Doses aplicadas: 201.990.220.

Brasil

Uma vacina em forma de spray nasal contra a covid-19 está sendo desenvolvida por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Em fase de estudos, o novo imunizante promete ser de baixo custo, proteger contra variantes e bloquear o novo vírus ainda no nariz. A expectativa é que ela esteja disponível até o fim de 2022.

Poderes

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), lançou, nesta segunda-feira (13), o programa Habite Seguro, que concederá R$ 100 milhões em créditos este ano para que profissionais de segurança pública comprem a casa própria. A fonte de recursos será o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). Por meio do programa, aqueles que têm salário bruto de até R$ 7 mil terão subsídios para adquirir imóveis novos ou usados cotados até R$ 300 mil.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) antecipou as regras da Medida Provisória 1.063/21, que dispõe sobre as operações de compra e venda de álcool e da fidelidade à bandeira de postos de combustíveis. A medida vai permitir que o produtor de etanol possa vender diretamente para o comerciante varejista. A MP foi editada em agosto e passaria a valer 90 dias depois. Em comunicado enviado à imprensa pela Secretaria-Geral da Presidência da República, na segunda-feira (13/9), o chefe do Executivo afirmou que o decreto será publicado no Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira (14), quando já entrará em vigor.

Na reta final dos trabalhos, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19 retorna às atividades esta semana com duas conduções coercitivas. Hoje é ouvido Marcos Tolentino, apontado como sócio oculto do FIB Bank — empresa que ofereceu garantia ao contrato de R$ 1,6 bilhão entre o Ministério da Saúde e a Precisa Medicamentos para a compra da Covaxin. Amanhã é a vez do lobista Marconny Faria, que fez a intermediação entre a Precisa e a pasta. A comissão do Senado recebeu autorização da Justiça Federal de Brasília para realizar a condução dos depoentes caso eles não compareçam.

Economia

A inflação não para de subir e bater recordes. Em agosto, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 0,9% – o maior para o mês em 21 anos – e acumulou 9,7% em 12 meses. Com isso, o BC está tendo que correr atrás com os juros: a Selic, a taxa básica da economia, já foi esticada da mínima de 2%, no começo do ano, para 5,25%, agora. Até o fim do ano, analistas já calculam que a taxa de juros deva continuar subindo até chegar aos 8% ou 8,5% – o que será um banho de água sobre um crescimento econômico que já enfrenta dificuldades de engrenar.

Agenda Econômica

🇯🇵 Produção industrial mensal e anual (01h30)
🇬🇧 Taxa de desemprego mensal (03h00)
🇧🇷 Pesquisa de serviço mensal e anual (09h00)  ⭐️
🇺🇸 Índice de Preço ao Consumidor (09h30) ⭐️
🇧🇷 Tesouro Nacional – Leilão de títulos (10h30) ⭐️
🇨🇳 Produção industrial anual (23h00)
🇨🇳 Taxa de desemprego mensal (23h00)
🇨🇳 Vendas no varejo (23h00)
🇨🇳Variação do investimentos em ativos fixos acumulado (23h00)Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o índice encerrou com alta de 1,85%, a 116.403 pontos após acumular queda de mais de 2% na semana passada. O arrefecimento da crise político-institucional e o bom desempenho das bolsas norte-americanas impulsionaram o índice na segunda-feira. Entre os destaques positivos da sessão está o Banco Pan (BPAN4), com alta de 9,45%. A valorização ocorreu após anúncio da compra de 80% da Mobiauto, uma plataforma de comercialização de veículos, um sinal de que a instituição financeira aposta na ampliação da sua estratégia digital. As ações da Petrobras (PETR4 e PETR3), que juntas respondem por mais de 10% da carteira do Ibovespa, também registraram crescimento, de 3,67% e 3,22%, respectivamente, graças ao aumento do preço do petróleo no exterior.

Maiores altas do Ibovespa

CASH3: +12,82% a R$ 6,69
BPAN4: +9,45% a R$ 17,25
CVCB3: +9,30% a R$ 22,21
YDUQ3: +8,00% a R$ 25,12
BIDI4: +7,36% a R$ 21,43

Maiores baixas do Ibovespa

PETZ3: -1,74% a R$ 25,99
SUZB3: -1,22% a R$ 59,92
MRFG3: -0,88% a R$ 21,39
CCRO3: -0,59% a R$ 11,71
TOTS3: -0,52% a R$ 38,00

Dólar    

dólar comercial: encerrou o dia cotado a R$ 5,2230, com queda de 0,83%. Essa baixa ainda é reflexo da calmaria política gerada pela nota emitida pelo presidente Jair Bolsonaro, na última quinta-feira. As incertezas políticas, por ora, não estão sendo refletidas no câmbio.

Juros

O DI para janeiro de 2022 subiu um ponto-base a 7,29%, o DI para janeiro de 2023 caiu dois pontos-base a 9,15%, o DI para janeiro de 2025 recuou oito pontos-base a 10,12% e o DI para janeiro de 2027 registrou variação negativa de nove pontos-base a 10,48%.

Ifix

O índice fechou o dia em queda de 0,02%, aos 2.727,50 pontos. Na mínima do dia o índice bateu em 2.726,24 pontos, enquanto a máxima foi de 2.738,11 pontos. No acumulado para setembro, o índice concentra uma queda de 0,81%. Já no ano, recua 4,96%. A movimentação financeira foi de R$ 227,20 milhões.

Fonte: ADVFN News

Entre em contato conosco: (11) 99332-0861 | Rua Amazonas, 439 CJ 45 – São Caetano do Sul XP (ABC) | Av. Ibirapuera, 1753 – XP Moema – SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
Em que podemos ajudar?
Olá 👋
Podemos te ajudar?