5 de agosto de 2022

Futuros dos EUA operam próximos à estabilidade antes de payroll; confira mais assuntos do mercado hoje

Marina Ortega

Os mercados asiáticos fecharam em alta, enquanto os índices futuros de Nova York operam perto da estabilidade nesta manhã sexta-feira (5), à espera do relatório de empregos (payroll), procurando mais pistas sobre o ritmo de aperto monetário do Federal Reserve (Fed) e a saúde economia americana.

O consenso Refinitiv projeta que 250 mil empregos tenham sido criados em julho, abaixo dos 372 mil em junho. A taxa de desemprego deverá ficar estável em 3,6%. O relatório de empregos será divulgado às 9h30 (horário de Brasília).

Especialistas acreditam que o crescimento do emprego desacelere à medida que o Fed continue a elevar as taxas de juros para controlar a inflação, mas não está claro se essa desaceleração levará a economia a uma recessão. Muitos comentaram que o relatório de sexta-feira é crucial, pois é um dos dois que o banco central americano analisará antes de decidir o quanto aumentar as taxas em sua reunião de setembro.

Por outro lado, a maioria das bolsas europeias recuam acompanhando os resultados corporativos na região e aguardando o principal relatório de empregos nos EUA.

No Brasil, será divulgado o IGP-DI de julho que pode trazer deflação (8h). Já na B3 os investidores devem repercutir o balanço do Bradesco (BBDC4), entre outras companhias.

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA operam próximos à estabilidade antes da divulgação do payroll, importante termômetro da economia americana utilizado pelo Fed como um dos fatores para decidir sobre os rumos da política monetária do país.

Na véspera, os principais índices de Wall Street fecharam sem direção comum, com ganhos em ações de crescimento compensando perdas em papéis do setor de energia, enquanto investidores aguardavam os dados de emprego.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,08%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,01%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,03%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam com ganhos à medida investidores diminuem a aversão ao risco depois de uma semana marcada por exercícios militares da China após a visita da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi.

O Taiex de Taiwan saltou 2,27%, para 15.036,04, com a fabricante de chips TSMC subindo 3,2%. O índice negociou em baixa nesta semana, com o aumento das tensões EUA-China durante a viagem de Pelosi.

Os mercados não reagiram nesta data aos exercícios da China em torno de Taiwan. O ministro da Defesa do Japão, Nobuo Kishi, por sua vez, disse que mísseis chineses pousaram na zona econômica exclusiva do Japão e chamou os exercícios militares de “problema sério”, de acordo com uma reportagem da NBC News .

Já sobre política monetária, o Banco Central da Índia anunciou aumento das taxas de juros em 50 pontos-base, para 5,4%.

  • Shanghai SE (China), +1,19%
  • Nikkei (Japão), +0,87%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,14%
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,72%

Europa

Os mercados europeus operam em leve baixa antes da divulgação do payroll nos EUA, enquanto investidores repercutem os balanços divulgados nesta semana.

Na quinta-feira, o Banco da Inglaterra elevou as taxas de juros em 50 pontos-base , prevendo que a inflação do Reino Unido atingirá um pico acima de 13% em outubro e a economia entrará em uma recessão prolongada no quarto trimestre. Os lucros corporativos continuam a impulsionar o movimento individual dos preços das ações na Europa. Allianz, Deutsche Post, London Stock Exchange Group e WPP reportaram seus números antes da abertura na sexta-feira.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,16%
  • DAX (Alemanha), -0,16%
  • CAC 40 (França), -0,42%
  • FTSE MIB (Itália), -0,31%

Commodities

As cotações do petróleo operam entre leves perdas e ganhos depois de atingirem seu menor nível desde antes da invasão da Ucrânia pela Rússia em fevereiro na sessão passada, com o mercado preocupado com o impacto da inflação no crescimento econômico global e na demanda.

Os preços do minério de ferro voltam a subir após queda da véspera, diante das preocupações com a demanda na China.

  • Petróleo WTI, -0,29%, a US$ 88,27 o barril
  • Petróleo Brent, -0,21%, a US$ 99,93  o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 2,55%, a 723,00 iuanes, o equivalente a US$ 107,12

Bitcoin

  • Bitcoin, -0,53% a US$ 39.439,32 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

A semana termina com a divulgação dos números oficiais mercado de trabalho americano. O consenso Refinitiv prevê uma desaceleração na criação de vagas, de 372 mil em junho para 250 mil em julho. Já a taxa de desemprego deve permanecer em 3,6%.

Brasil

8h: IGP-DI de julho

16h: Paulo Guedes, ministro da Economia, participa de audiência com o Comitê Executivo da Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM)

EUA

9h30: Relatório de emprego payroll, consenso Refinitiv aponta para criação de 250 mil vagas em julho

14h: Contagem de sondas Baker Hughes

3. Correção da tabela do IR

O presidente Jair Bolsonaro reiterou nesta quinta que já acertou no governo a revisão da tabela do imposto de renda para o ano que vem, mas ainda não decidiu em quanto. “Não vou dizer porcentual, não batemos martelo”, declarou em transmissão ao vivo nas redes sociais.

A revisão da tabela do imposto de renda foi uma promessa de campanha de Bolsonaro em 2018. “Não corrigimos a tabela do imposto de renda em anos anteriores por causa da pandemia. A economia era incógnita, o que poderia acontecer. Não tínhamos margem”, seguiu o chefe do Executivo.

‘Vamos manter teto de gastos enquanto pudermos, e Congresso pode muito’, diz Lira

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP) AL), afirmou que manterá em vigor o teto de gastos “enquanto pudermos, e Congresso pode muito”. O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já declararam a possibilidade de extinguir a âncora fiscal caso sejam eleitos.

O líder afirmou ser “absolutamente” a favor da responsabilidade fiscal e disse que, se foram feitas intervenções no teto, chamadas de “microcirurgias”, foi por necessidade. “Temos que ter sensibilidade de não deixar de olhar para os mais vulneráveis”, disse. “Teto de gastos é importante, Lei de Responsabilidade fiscal é importante”, continuou durante evento da Expert XP 2022.

4. Covid

Na última quinta-feira (4), o Brasil registrou 258 mortes e 34.240 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 207, redução de 14% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 29.885, o que representa baixa de 33% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 169.202.125 o número de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 78,76% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 179.979.670 pessoas, o que representa 83,78% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 101.382.399 pessoas, ou 47,19% da população.

5. Radar Corporativo

Bradesco (BBDC3;BBDC4)

O Bradesco (BBDC4) registrou lucro recorrente de R$ 7,04 bilhões no segundo trimestre de 2022 (2T22), alta de 11% na comparação com igual período de 2021.

O número ficou um pouco acima do esperado.  A projeção Refinitiv era de lucro de R$ 6,78 bilhões, ante resultado de R$ 6,8 bilhões no 1T22.

Lojas Renner (LREN3)

A Lojas Renner (LREN3) registrou lucro líquido de R$ 360,4 milhões no segundo trimestre de 2022 (2T22), cifra 86,7% maior do que o reportado na mesma etapa de 2021.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) total ajustado somou R$ 701,6 milhões no 2T22, um avanço de 47% sobre o 2T21, em função dos maiores volumes de vendas, do maior Lucro Bruto no período, e da diluição de despesas operacionais.

Fleury (FLRY3)

O Grupo Fleury (FLRY3), focado em laboratórios de exames, lucrou R$ 70,5 milhões de forma líquida no segundo trimestre de 2022, número 7,6% maior do que os R$ 65,5 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

A alta do lucro acompanha, em parte, o avanço de 19,3% da receita líquida na mesma base, que chegou a R$ 1,1 bilhão. “Tal evolução é consequência do crescimento orgânico de 10% e da receita provinda de aquisições recentes, como a Pretti e a Bioclínico, de medicina diagnóstica”, explica a companhia.

Fonte: InfoMoney

Entre em contato conosco: (11) 95091-2770 | Rua Amazonas, 439 CJ 45 – São Caetano do Sul XP (ABC) | Av. Ibirapuera, 1753 – XP Moema – SP.

Compartilhe

Ouvidoria XP

0800 722 3710

Contato

contato@diagramainvestimentos.com.br | +55 11 95091-2770

Unidades

São Caetano do sul (ABC) - SP

Rua Amazonas, 439, Conj. 45 Centro, São Caetano do Sul (ABC)
+55 11 4223-5733

SÃO PAULO (MOEMA)

Avenida Ibirapuera, 1753 - Moema, São Paulo/SP
+55 11 2222-1161

A Diagrama Agente Autônomo de Investimentos é uma empresa independente devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que mantém contrato de distribuição de produtos financeiros com a XP Corretora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. (XP) e pode, por conta e ordem dos seus clientes, operar no mercado financeiro segundo a legislação vigente. Para informações e dúvidas contate o seu assessor de investimentos. Para reclamações contate a ouvidoria da XP Investimentos pelo telefone 0800 722 3710.